A Halitose: o mau hálito é um problema comum, com várias causas conhecidas, que promove o mau odor no hálito, prejudicando a comunicação das pessoas que possuem halitose, e causando constrangimentos.

O mau hálito é um problema que atinge quase metade da população mundial.

No Brasil, cerca de 40% da população teve ou convive com o problema. Apesar de ser uma dificuldade comum, a Halitose, ou Mau Hálito, provoca um incômodo muito grande em quem o possui, e por vezes pode gerar constrangimento.
Como se livrar do problema de uma vez por todas é a resposta que todos procuram, mas infelizmente o mau hálito não tem cura, pois ele não é um problema independente, e sim, na maior parte das vezes, um sintoma relacionado a outras enfermidades, ou mesmo a falta de higiene bucal.
A resposta para o tratamento e a cura definitiva da Halitose está em descobrir a sua causa, tarefa que muitas vezes também não é fácil. Em muitos casos o paciente precisa procurar um profissional para conseguir identificar a origem do distúrbio.
Na maior parte das vezes, o mau hálito aparece devido a problemas na cavidade bucal. Nossa boca possui centenas de bactérias, e a saburra, problema mais recorrente para causa do mau hálito, indica que existem
bactérias presentes na boca que se alojam no fundo da língua e da gengiva, local onde a escovação tem difícil acesso, para se alimentarem dos restos de comida.
Além disso, a causa da halitose pode estar relacionada ao estresse e a depressão, que pode gerar ansiedade, e distúrbios hormonais. As enfermidades decorrentes da depressão fazem com que o indivíduo produza menos saliva, assim, ocasionando o aparecimento da saburra e o mau hálito. A saburra pode ser eliminada superficialmente com limpadores de língua e produtos de higiene bucal, mas nada dispensa a escovação diária, o cuidado com o fio dental, e mais, uma alimentação balanceada.

Dentre outras causas, a halitose pode ser resultado ainda de doenças gastrointestinais, como a gastrite ou o câncer de intestino e estômago. Estudiosos do tema apontam que existem mais de 90 causas para o mau hálito e, que essas causas podem ter origem em doenças do sangue, da respiração,
e mesmo de infecções de garganta, como a amigdalite.

Existem alguns hábitos saudáveis que podem ajudar a reduzir o problema, ou mesmo solucioná-lo, como uma adequação da respiração (respirar pela boca aumenta o problema), como a redução do fumo (os cigarros contribuem grandemente para o surgimento do mau hálito), como o consumo reduzido de álcool e a prática de exercícios físicos, que auxilia a capacidade respiratória e motiva o consumo de alimentos saudáveis.

A redução do consumo de gordura e frituras, de alimentos industrializados produz um grande efeito benéfico entre os que sofrem com a halitose.

O odor causado pela halitose, em muitos casos, pode ser minimizado, até que se resolva o problema de forma efetiva, com produtos ligados à higiene bucal; uma escovação adequada, o uso recorrente do fio dental, enxaguantes antissépticos bucais, ou sprays destinados a eliminar o odor. O valor desses
produtos pode variar entre 10 e 50 reais.

É preciso dizer ainda, que nenhum dos tratamentos alternativos oferecidos muitas vezes pela internet (os produtos milagrosos que oferecem solução rápida e única) pode realmente solucionar de forma eficaz o problema, e que a consulta a um médico ou dentista é essencial para descobrir a causa
do mau hálito.

Assim, é bom dispensar os chás, os sprays que curam o mau hálito, e procurar readequar os hábitos alimentares e higiênicos, observando ainda, caso o problema persista, se a origem da halitose está relacionada a simples falta de higiene, ou se tem causa mais grave.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1
Seja Bem Vindo ao seu Dentista em Curitiba :)
Powered by